Carro compartilhado inspirado em patinete já é realidade no Brasil

Abrir um aplicativo, buscar o carro mais próximo, destravá-lo pelo celular e dirigir. Na hora de entregar, parar em uma vaga comum de rua e dar baixa no sistema. Tudo isso não acontece na Europa, mas em cidades no Brasil, como São Paulo e Rio de Janeiro.

No Rio de Janeiro, a VeloCity Car Sharing oferece 10 carros compartilhados A escolha do veículo é feita pelo aplicativo, via geolocalização. O cliente não paga pelo combustível, apenas pelos minutos de utilização. O valor é de R$ 0,85 por minuto de carro rodando e R$ 0,15 por minuto de carro parado.

A forma de devolução é, realmente, o diferencial do serviço, já que o compartilhamento de veículos por tempo de uso também é oferecido em São Paulo. Nesse caso, não é preciso desviar do caminho para deixar o carro em um estacionamento credenciado, por exemplo, bastando estacionar em uma vaga de rua dentro da área determinada pelo aplicativo.

Sobre o combustível, a empresa disponibiliza um cartão para abastecimento, e confere se a quantidade de litros adquirida é a mesma contabilizada pelo sensor do tanque de combustível. A única recomendação é manter a nota fiscal dentro do portae-luvas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.